ACTH: o que é o Hormônio Adrenocorticotrófico

A glândula pituitária ou hipófise é a responsável pela liberação do hormônio adrenocorticotrófico ou corticotrofina (ACTH), que por sua vez estimula a produção de cortisol e dos androgênios (hormônios sexuais) pelas glândulas suprarrenais, localizadas acima de cada rim.


Função do ACTH

A principal função do ACTH é a de promover a liberação do cortisol pelas glândulas adrenais ou suprarrenais, hormônio importante na regulação da resposta ao estresse, supressão da inflamação, controle do ciclo acordar-dormir, entre outras funções.

É interessante observar que há um equilíbrio entre a liberação do cortisol e do ACTH, ou seja, quando os níveis de cortisol estão diminuídos, o hipotálamo libera o hormônio liberador de corticotrofina (CRH), que estimula a glândula pituitária a produzir o ACTH. Uma vez na corrente sanguínea, o ACTH irá fazer com que as glândulas adrenais liberem o cortisol e androgênios. Níveis aumentados de cortisol sinalizam o hipotálamo para diminuir a produção do CRH e assim, o equilíbrio entre cortisol e ACTH é restabelecido.


Para que serve o ACTH?

A principal função do ACTH é a de promover a liberação do cortisol pelas glândulas adrenais ou suprarrenais, hormônio importante na regulação da resposta ao estresse, supressão da inflamação, controle do ciclo acordar-dormir, entre outras funções.


Quando fazer o exame de ACTH?

Os profissionais de saúde geralmente solicitam um teste de ACTH junto com um teste de cortisol para diagnosticar problemas nas glândulas pituitária e/ou adrenal.


Como o exame de ACTH é feito e qual o preparo?

O exame de ACTH é um teste de sangue simples, coletado na região anterior do antebraço, especificamente na fossa antecubital.

A coleta deve ser feita preferencialmente até duas horas após o horário habitual de acordar e o jejum é necessário: crianças até 2 anos de idade, jejum de três horas e adultos, 8 horas.

O uso de biotina e suplementos alimentares que contenham biotina devem ser suspensos 3 dias antes da coleta.

Entre os interferentes desta dosagem estão o estresse, que pode aumentar os níveis plasmáticos de ACTH, e a dexametasona e outros glicocorticoides sintéticos, que costumam diminuir os valores do hormônio.


Quais doenças estão relacionadas ao ACTH?

Doenças nas quais o ACTH está aumentado:

  • Doença de Cushing: conseqüência de tumor hipofisário produtor de ACTH
  • Insuficiência adrenal primária, como a doença de Addison. As glândulas adrenais não produzem cortisol e como consequência, a pituitária libera o ACTH em excesso

Doenças nas quais o ACTH está diminuído:

  • Tumores primários das adrenais
  • Insuficiência adrenal secundária, causada pelo uso crônico de corticoide

Faça seu exame de ACTH no Labs a+

O exame de ACTH não exige agendamento prévio. Basta ir à unidade do Labs a+ próxima de você. Você também pode agendar a coleta em casa ou no seu trabalho, com o serviço de atendimento móvel a+ até você. Entre em contato pelo nosso canal no WhatsApp para tirar suas dúvidas.


29/05/24

29 de maio de 2024

Compartilhar:

Últimas Notícias

    Ver todas as notícias