Exame de Urina: O que é, Tipos, Quais doenças detecta e mais

O exame de urina compreende diferentes testes que podem ajudar a identificar uma variedade de doenças e condições médicas por meio da análise das características físicas e de substâncias e componentes presentes na urina.

Um dos exames mais solicitados, a pesquisa de elementos anormais ou sedimentoscopia (EAS), também chamado de urina tipo 1 ou parcial de urina, por exemplo, avalia parâmetros importantes como a densidade e o pH urinários, a presença de nitrito, de proteínas e de glicose e a quantidade de hemácias e leucócitos na urina.

Já a cultura de urina é capaz de detectar a presença de bactérias que podem se associar a infecções do trato urinário.

Os exames de urina podem ser solicitados em avaliações de check-up de rotina ou quando o paciente apresenta sintomas relacionados ao trato urinário, tais como presença de sangue na urina, ardência ao urinar, dores na altura dos rins e incontinência urinária, entre outros.

Além disso, a análise da urina também pode ser útil na avaliação de algumas alterações do nosso metabolismo e no acompanhamento de doenças já diagnosticadas, sobretudo para avaliar a repercussão renal de quadros específicos.

Esse material tem caráter informativo e não deve ser usado para diagnóstico ou em substituição por uma consulta com médico especialista.

Doenças diagnosticadas por exame de urina

Os exames de urina são capazes de diagnosticar diversas doenças do sistema urinário, formado pelos rins, ureteres, bexiga e uretra, bem como avaliar algumas características específicas do nosso metabolismo e auxiliar o acompanhamento de determinadas doenças crônicas.

A infecção do trato urinário (ITU) é um exemplo de condição que pode ser diagnosticada através do exame de urina. 

A presença de leucócitos, ou glóbulos brancos, em quantidade aumentada na urina pode ser um sinal do quadro, mas é o crescimento de bactérias identificado pela cultura de urina que confirma o diagnóstico.

Além disso, o exame de urina pode ter inúmeras outras finalidades, a exemplo da avaliação da excreção de proteínas na urina, que auxilia a investigação ou o seguimento de doenças renais ou a repercussão renal de outras doenças, a exemplo do diabetes.

A avaliação da excreção de alguns eletrólitos, como o sódio e o cálcio na urina, também pode ajudar na compreensão de quadros renais e não renais. 

A análise do cálcio na urina pode ajudar, por exemplo, na avaliação de alterações nas paratiroides.

Alguns componentes não são comumente encontrados na urina, como a glicose e as bilirrubinas, e, quando presentes, podem indicar condições como diabetes não controlada ou alterações no fígado, respectivamente.

Tipos de coleta de exame de urina

A maior parte dos exames de urina é feita em amostra isolada, ou seja, uma única amostra de urina é coletada em um único momento. 

Os exames feitos em amostra isolada geralmente utilizam o primeiro jato de urina ou o jato médio.

Enquanto a urina de primeiro jato constitui a obtenção de amostra para análise proveniente do começo da micção, a urina de jato médio constitui a amostra proveniente do meio da micção, ou seja, quando o primeiro jato é desprezado no vaso sanitário e o restante é coletado para análise.

Nas crianças que ainda não apresentam controle da micção, a amostra pode ser coletada através da colocação de um saquinho coletor na área genital, após limpeza rigorosa.

Há exames de urina que requerem a coleta por um período maior, como 12 horas ou 24 horas. Para esses exames, o cliente deve retirar o frasco e as orientações pertinentes em qualquer unidade do laboratório.

Existem ainda situações em que o médico solicita coleta de urina através de uma sonda. Tal procedimento deve ser feito por equipe de enfermagem especializada.

Exame de urina: restrições no período menstrual

Durante o período menstrual, pode haver restrição para a realização dos exames de urina, uma vez que a presença do sangue menstrual pode interferir na análise e nos resultados dos exames. Por esse motivo, é recomendado evitar a coleta de urina nesse período.

Se houver necessidade de realizar um exame de urina com urgência durante o período menstrual, é aconselhável conversar com o médico para receber as orientações necessárias.

Faça seu exame de urina no Labs a+

A maioria dos exames de urina não exige agendamento prévio, basta ir à unidade do Labs a+ mais próxima de você. Para os exames solicitados em amostra de 12 ou 24 horas, é necessário retirar frascos e orientações específicas. Você também pode agendar a coleta da urina em casa ou no seu trabalho, com o serviço deatendimento móvel a+ até você.

Converse sempre com seu médico!


23/05/24

23 de maio de 2024

Compartilhar:

Últimas Notícias

    Ver todas as notícias